Matéria prima

Ponha o poder biológico em ação.

Para pôr o poder biológico em ação vai precisar de composto, um fertilizante orgânico que alimenta o solo, aumentando a capacidade de crescimento e resistência das suas plantas. Conheça a matéria-prima básica e o principal utensílio que deve ter em sua casa para fazer composto, o ingrediente essencial para produzir frutas, vegetais e legumes saudáveis, nutritivos e saborosos.

Resíduos verdes ou se preferir restos de alimentos

São a matéria-prima básica para a elaboração de composto, o fertilizante que vai alimentar as suas plantas. É importante que reúna na sua cozinha todos os restos de:

  • hortaliças cruas e restos de legumes
  • cascas de frutas
  • cascas de ovos (bem esmagadas)
  • restos de pão* e cereais crus
  • arroz e massa cru ou cozida
  • sacos de chá, borras e filtros de café
  • restos de flores, folhas
  • aparas de relva acabada de cortar*
  • ervas daninhas (de preferência sementes)

Estes materiais são genericamente conhecidos como ‘verdes’ e são ricos em azoto (ou Nitrogénio), um elemento essencial para garantir o crescimento e funcionamento celular dos microrganismos que vão decompor biologicamente os resíduos orgânicos.

Resíduos castanhos ou se preferir restos do jardim

Estes restos são outro ingrediente fundamental para a elaboração de composto. Reúna no seu jardim todos os restos de:

  • palhas e plantas secas
  • galhos e ramos secos
  • palha ou feno
  • aparas de relva seca
  • aparas de madeira ou serradura limpa de verniz ou qualquer químico*
  • cascas de frutos secos*
  • cinzas de lenha limpa de qualquer tratamento*

Estes materiais são genericamente conhecidos como ‘castanhos’ e são ricos em carbono, um elemento essencial para que os microrganismos decompositores tenham a energia necessária para cumprir a sua tarefa: um composto rico para voltar a adubar as suas plantas.

*pouca quantidade
Compostor
Este é o utensílio mais importante para pôr o poder biológico em ação e obter vegetais extraordinários. Podemos dizer que o compostor é um reator biológico, dentro do qual se acelera um processo natural com milhões de anos de experiência: a transformação de matéria orgânica num produto que pode ser utilizado pelas plantas e que é genericamente constituído por azoto, fósforo, cálcio, carbono, potássio, enxofre e magnésio. Tem ainda na sua composição elementos que as plantas precisam em quantidades mais modestas, como o ferro, o zinco, o níquel, o cobre, o manganês e o boro. É com a matéria orgânica (restos de comida e do jardim) e com este reator biológico que vai poder produzir o nutrimento ideal para as suas plantas.
Verá como elas lhe retribuem o seu cuidado devolvendo-lhe ervas aromáticas, chás, legumes, flores, hortaliças e frutos saborosos, saudáveis e seguros para a sua alimentação.
O compostor é na verdade um utensílio muito simples. É o contentor onde os resíduos orgânicos devem ser colocados para que o processo de compostagem aconteça. O ideal é uma estrutura robusta, em madeira, metal ou plástico, com aproximadamente 1m3 de capacidade, com aberturas laterais e superiores para a entrada de ar e orifícios no fundo para a saída de líquidos e entrada de microorganismos.

>>> As Ferramentas

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.