De infestante ao prato, a beldroega

De infestante ao prato, a beldroega

As beldroegas aparecem de forma espontânea na horta e, durante muito tempo foi considerada apenas como uma praga, contudo na região do Alentejo é muito usada na cozinha tradicional, assim como hoje é já usada em pratos gourmet por todo o país.
Conheça um pouco melhor esta planta
(Portulaca oleracea L)
É uma planta herbácea anual, rica em betacaroneto (pró-vitamina A), em Ómega 3, Vitaminas A, B e C e minerais como o magnésio, cálcio, potássio e ferro. O seu aparecimento numa horta é muitas vezes espontâneo podendo também significar falta de potássio no solo.
É usada na culinária, especialmente em saladas.
Uso medicinal: É um excelente laxante, diurético e alivia as queimaduras.
Modo de cultivo: deve ser semeada em solo leve e bem drenado entre junho-Agosto.
Consociações: milho
Propaga-se por semente ou por estaca (ramo) em local definitivo, com um espaçamento médio de 15 a 20 cm.