Formação

O projeto colocou ao dispor dos professores do 1º, 2º e 3º ciclo, um curso de formação com a duração total, em sala de aula, de 14h à qual se acrescentou a realização de trabalho prático. Realizar-se-á em 2 Centros de Formação de Professores da região.

Esta formação foi acreditada pelo CCPFC na tipologia de Curso de Formação (CCPFC/ACC-102166/19).

Os créditos foram atribuídos aos professores dos grupos 110 – 1º Ciclo, 230 – Matemática e Ciências da Natureza e 520 – Biologia e Geologia que frequentem e finalizem a formação com sucesso. Professores de outros grupos podem participar na Formação e no Programa Educativo.

Temática e contexto: Os resíduos orgânicos domésticos podem ter um papel fundamental na redução da quantidade de resíduos urbanos enviados para tratamento e destino final, no combate à desertificação e na promoção da segurança alimentar. Estes três temas são de facto fundamentais na abordagem da sustentabilidade de uma região: reduzir os resíduos, valorizar os solos, promover a autoprodução de alimentos saudáveis, estimular a ligação das pessoas à terra, são elos da cadeia dos resíduos orgânicos.

A pertinência desta ação de formação relaciona-se com a necessidade de os professores adquirirem competências teóricas e pedagógicas para abordarem a temática dos resíduos orgânicos de uma forma integrada, com uma leitura de sustentabilidade ambiental, social e económica, e ao mesmo tempo adquirir competências práticas para:

  1. instalar e usar um compostor comunitário como um recurso pedagógico e útil no contexto escolar;
  2. definir, criar e apoiar a gestão de um circuito de recolha de materiais orgânicos no contexto escolar e recorrer a este processo na abordagem pedagógica de diversas temáticas;
  3. conceber, instalar e tirar o melhor partido pedagógico e prático de uma horta biológica na escola.

Esta formação foi dividida em duas sessões de 7h cada espaçadas por cerca de 4 meses. No intervalo entre as duas sessões presenciais os professores puderam conceber o projeto para a sua escola, assim como trabalhar na iniciativa escolar com o grupo de alunos definidos ou realizar atividades sugeridas e enviadas pelo projeto.

Os projetos desenvolvidos pelos professores podia versar sobre um de três tópicos: Agricultura Biológica, Compostagem e/ou Circuito de Recolha de Resíduos.

Este programa educativo e por consequência a formação esteve aberta à participação de todos os professores que lecionem nas escolas dos concelhos abrangidos e que não tenham participado na edição anterior, podendo cada escola inscrever até 4 professores.

Resultados (2018/2019)

Contamos com a inscrição de 48 professores de 22 escolas de 10 concelhos, tendo abrangido um universo de 820 alunos.

Concelho Agrupamento Escola
Alandroal Alandroal Escola Básica de Pias
Arraiolos Arraiolos Escola Básica e Secundária Cunha Rivara
Escola Básica Igrejinha
Escola Básica de Vimieiro
Estremoz Estremoz Escola Básica do Caldeiro
Évora Manuel Ferreira Patrício Escola Básica Manuel Ferreira Patrício
Gabriel Pereira Escola Básica do Chafariz D´El-Rei
Severim de Faria Escola Básica da Horta das Figueiras
André de Gouveia Escola Básica Conde de Vilalva
Escola Secundária André de Gouveia
Montemor-o-Novo Montemor-o-Novo Escola Básica São João de Deus
Escola Básica de S. Mateus
Mourão Mourão Escola Básica de Mourão
Redondo Redondo Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade
Escola Básica de Montoito
Reguengos de Monsaraz Reguengos de Monsaraz Escola Básica nº 1 de Reguengos de Monsaraz
Escola Básica n.º 2 de Reguengos de Monsaraz
Escola Básica S. Marcos do Campo
Escola Secundária Conde de Monsaraz
Vendas Novas Vendas Novas Escola Secundária de Vendas Novas
Escola Básica n.º1 de Vendas Novas
Vila Viçosa Vila Viçosa Jardim de Infância de Vila Viçosa

De modo a identificar os projetos desenvolvidos pelas escolas fornecemos um selo “Escola Participante Re-Planta!”, o qual foi usado pelas escolas nas suas promoções internas.

As escolas envolveram-se em vários projetos. Desde a recuperação de antigas hortas, à implementação de circuitos de reciclagem, até à criação de locais para a compostagem com a respetiva separação de orgânicos. Veja a notícia aqui e aqui.

>>> Iniciativa Escolar